Terremoto

Pastores da IPRJ na Região Nordeste do Japão

Agradeço aos irmãos e intercessores, que tem se colocado na brecha por nós e pelo Japão. A nação está vivendo tempos difíceis depois do terremoto e tsunami de 11 de março.

Nos primeiros dias o número de desabrigados chegou a 500 mil pessoas. Hoje reduziu para menos de 140, algumas pessoas foram deslocadas para outras regiões. Outras pessoas preferiram permanecer em suas cidades esperando a reconstrução de suas cidades e vilas. Há locais que não poderão mais ser reconstruídas porque não há condições de segurança. A zona de exclusão em torno da usina nuclear de Fukushima deixou milhares de pessoas desabrigadas.

Muitas pessoas da comunidade brasileira estão assustadas com a situação atual, principalmente com a questão da radioatividade, além de estarmos vivendo em clima de incerteza quanto ao futuro da comunidade decasségui. Alguns setores estão operando quase que normalmente, mas outras estão operando no mínimo e/ou paradas por falta de peças. Ouvimos comentários de que serão necessários cerca de seis meses para que a produção seja normalizada e o período de reconstrução deve durar cinco anos.

Pr.Radilson Marcos de Oliveira / IPRJ de Hamamatsu

Veja matéria completa (aqui)

Manifesto Evangélico

Manifesto Evangélico em Brasília  Junho de 2011

Manifestação histórica contra o PLC 122

Matéria extraída do site do Ministério CACP

“Na manifestação no dia 1º de junho contra o PL 122 e o Kit gay em Brasília, o povo de Deus deu um show”. A demonstração de civismo de mais de 50 mil pessoas pode ser comparada à manifestação a favor do impeachment e Diretas Já, segundo assessoria de comunicação da Câmara.

Parabéns aos líderes religiosos, políticos e, principalmente, ao POVO DE DEUS. Isto não foi trabalho de uma só pessoa, mas de milhares e milhares.

Pr.Silas Malafaia

Segue abaixo o manifesto expedido pela Diretoria Nacional da IPRB, divulgando a posição de nossa igreja diante desta questão.

Dia do Pastor

Homenagem do Ministério Infantil ao Pastor Luis Kendji em 05/06/2011

Dia do Pastor

No segundo domingo de junho comemora-se o Dia do Pastor. Neste ano, a IPRJ de Anjo comemorou esta data no primeiro domingo, única ocasião do mês na qual se reúnem todos os grupos da igreja para a celebração da Ceia do Senhor em culto bilingual. Segue abaixo uma reflexão escrita pelo Pr.Florêncio Moreira de Ataídes / Assis-SP e carta enviada pela Secretaria Central da IPRB a IPRJ de Anjo.

O dia do pastor está chegando! É o segundo domingo de junho. Que bom! Como é bom ser lembrado por alguém! É, sem dúvida, uma injeção de ânimo, um estímulo para continuarmos o nosso ministério.

Somos instrumentos de Deus para trazermos palavras de conforto a pessoas que passam por momentos difíceis, que estão enfrentando problemas, cansadas, estressadas, afadigadas da lida do dia-a-dia.

Ser pastor é, acima de tudo, um privilégio, pois trabalhamos para Deus. O nosso trabalho terá reflexos na vida eterna e os resultados deste povoarão o céu. Embora existam as pressões do diabo, que luta incansavelmente para nos impedir de fazer a obra de Deus, sabemos que estamos servindo Àquele que é maior.

Trabalhamos com alegria, cumprindo a missão de Deus para a nossa vida. É sempre um prazer atender pessoas e ajudá-las nos momentos difíceis de suas vidas. O grande privilégio é ajudar o próximo a viver melhor aqui na terra e alcançar os céus.

Ser pastor é ser amado por muitos, é ter amigos gratos pelo nosso trabalho, é ser reconhecido em muitos momentos, é ter o privilégio de estar presente em acontecimentos de inúmeras famílias, não só nos momentos tristes e angustiantes, mas também naqueles em que se celebra a alegria. Somos convidados para almoçar com famílias queridas, tomar lanches, participar das festas de aniversário, casamento, churrasco e outros momentos de gratidão.

Deus sempre levanta pessoas para nos honrar e abençoar, somos lembrados no aniversário, no dia do pastor e em outras datas por membros queridos. Temos motivos de sobra para louvar a Deus. Ser pastor é ser a menina dos olhos de Deus, é ser guardado e protegido por Ele.

É muito bom ser lembrado pelos irmãos e reconhecido pelos membros da nossa igreja.